Luzes da Cidade

sábado, 23 de julho de 2011

Amy Winehouse - o derradeiro Tombo

Ela caiu várias vezes
na vida
no quarto intimo
na sala ampla
nos hóteis
nos palcos escorregadios
nos clubes noturnos
repletos ou vazios
caiu na vida
com todo o ímpeto
e picardia
caiu de inocente
de madura
de quatro
de quina
nos becos
nas sarjetas
nas calçadas encardidas
nas alamedas floridas
nas trágicas esquinas
Amy não tinha papas na língua
não tinha medidas
explodia em paixão
Amy vivia o que podia viver
com todas as tolas leis
com toda a angústia
desses nossos dias sombrios
Até o derradeiro tombo
a ultima chicotada no lombo


Carlos Gutierrez



Nenhum comentário:

Salve