Luzes da Cidade

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Elegía aos Hipócritas

Ana Cristina Souto é a dona da comunidade Jornal de Poesia http://www.jornaldepoesia.jor.br/ACSouto.html
Ana Cristina nunca real e sempre verdadeira. Nada mais justo do que ela ser a detentora dessa comunidade, porque ela ama a poesia e sabe usar e abusar toda a energia que ela emana.
Eu me identifico com ela pela sua rebeldia, pela sua anarquia, pelo seu despojamento,pela evidência que, às vezes, não pertencemos a nós mesmos e somos movidos pela paixão que desconhece o límite!
Ana Cristina Souto


Vem aqui, amorzinho!
Quero contar-te segredinhos
fazer-te sonhar acordadinho
enclausurar-me em teus braços
devagarzinho.


Vamos ali, amorzinho!
Ausculta em minha barriguinha o
burburinho
são pequenos cataclismos no meu
ventre
que só você sabe,
que é desejo de ti
- meu tormentinho


Juntos
não envergamos
pois temos um, o ombro do outro
bebemos do mesmo rio
comemos 1 kg de sal
rimos de si mesmos.


Posso gritar nos canaviais
botequins
hospitais
que sou feliz assim


Sou atriz, figurante, cenário
ambulante
sou tua menina/tua princezinha/
tua cafetina
tua mulher, tua amante ou
peregrina


- Tua regressão infinita...


-E o que diriam os hipócritas?


- Ah! Meu amorzinho
o que seria desse mundinho
sem a presença tosca desses seres
mesquinhos?


Estou com sono!
Que tal mais um Martini?
Ah! você prefere um strip-tease?
Tudo bem!
Mas depois da lúdica fantasia
diga que me ama ou que me odeia
pois dormir à lua cheia
certamente há de acordar uma
cachoeira


Ah! Amor Vagabundo esse nosso!


Amo cada canalhice tua
e de pirraça corro nua
só para mostrar ao mundo
- enlouquecidamente que sou tua!


Morram de inveja, bando de
hipócritas!


Mas antes que a vida vire cinzas
a areia invada os teus caixões
as heras tomem conta do mármore.


das tuas câmaras mortíferas
os vândalos pichem obcenidades;
fazendo tremer de tanto remorso
os teus inúteis cadáveres;


- chamem tuas mulheres de
messalinas;
teus homens de cafajestes.


Ah! Seres insencientes
Ordinários...Entediantes...
Acendam tochas!
Esmaguem as máscaras!
Chutem os baldes!
Ergam-se!


E sejam felizes
por pelo menos
5 minutos


Ou continuem envergando a
bengala
com o peso indizível
da hipocrisia instaurada!


http://nasescuridoes.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Salve