Luzes da Cidade

quarta-feira, 7 de abril de 2010

A Música do POEMABLOG





O video que eu desejava mostrar não pode ser incorporado
Assista nesse link


http://www.youtube.com/watch?v=NxM57MgxiRw&feature=related


Olhe através dos campos, ver-me regressando
A névoa de fumaça está em seus olhos e então você desenha um sorriso em seu rosto
A partir da lareira, onde as minhas cartas para você estão queimando agora
Você teve tempo para pensar sobre isso por um tempo, mas ele foi embora
sem deixar rastros ou lastros

Bem, eu andei duzentas milhas, olha´me e veja
o quanto eu me arrasto
É o fim da caça e da lua é elevada
Não importa quem ama quem
Você me ama ou eu lhe amo
há um clima apaixonado

Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo do céu

Eu posso ver através de suas paredes, e eu sei que você está sofrendo
Tristeza cobre-lhe como uma capa
Ainda ontem, eu sei que você estava flertando
Com o desastre que conseguiu escapar

Bem, eu não posso fornecer para você respostas fáceis
Quem é você que eu tenho que mentir?
Você sabe tudo sobre ele, o amor
Vai caber-lhe como uma luva

Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo do céu

Eu posso ouvir o seu coração tremendo bater como um rio
Você deve ter vindo a proteger alguém, da última vez eu lhe chamei
Eu nunca lhe pedi nada que você não pudesse entregar
Eu nunca pedi que você se preparasse para uma queda

Eu vi milhares de pessoas que poderiam ter superado a escuridão
Pelo amor de uma ilusão ruim eu consternado os assisti morrendo
Fique por perto, baby, nós não estamos nem podemos participar desse circo horrendo
Não olhe para mim,olhe para si primeiro
eu vou lhe ver e contemplar

Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo do céu

Nas suas lágrimas, eu posso ver o meu próprio reflexo
Foi na fronteira do norte do Texas, onde eu cruzei a linha férrea
Eu não quero ser um tolo com fome de afeto
Eu não quero me afogar em alguém igual vinho numa adega deserta

Para toda a eternidade, acho que eu vou lembrar
Esse vento gelado que está soprando em seu olho
Você vai me procurar e você vai me encontrar
No deserto de sua mente

Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo do céu

Bem, enviei-lhe os meus sentimentos em uma carta
Quando você estava apostando em um apoio
Desta vez, amanhã eu vou conhecê-la melhor
no comboio da lucides do meu tropel de pensamentos
Quando a minha memória não é tão curta e sofrível

Desta vez estou pedindo por liberdade
A liberdade de um mundo que nega
E você vai me dar agora
Vou levá-la de qualquer maneira
cúmplice da minha aurora

Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo
Quando a noite vem caindo do céu
e explora todo o meu ser,



Lyrics provided by LyricsMode.com







Bob Dylan


Tradução livre

Nenhum comentário:

Salve