Luzes da Cidade

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

ARQUIVOS

Sonia Menna Barreto

Nai Romero



Está aqui
- tudo
guarda
do,
arqui
vado,
prote
gido
Pequenas
lembranças redigidas

de nossas noites insones

pequenos arquivos



de conversas longamente curtas



e mais uma porção de poemas roubados.



Impossível não me lembrar,



ou melhor, não me deixar esquecer



de cada seqüência bem casada



de letras e palavras



Quanta sagacidade e eloqüência!



Tu, odiosa e admiravelmente responde



e finda minhas questões



em poucas palavras



- como se tudo terminasse



como um ponto final.



E termina



Saibas que, meus pontos finais



são pequenas despedidas



e poucas vezes me despeço



do que me atraí,



porisso, prefiro as reticências,



mas se o caso for,



dou-te a licença para usar de pontos



finais comigo...



Estranho!



Sempre me resta a sensação



de que estás há um nível acima,



que sou teu aprendiz,



ainda que meu gosto diga



que há mais lirismo



em mim do que em ti.



Mastigue os antigos poemas!



Prova-me!



Prova-me do quão difícil



é seduzir uma pessoa inteligente (...)



Naiara Romero

Nenhum comentário:

Salve