Luzes da Cidade

sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Instantâneo Eterno


Um espelho pode refletir a tua exterior beleza,

só não pode reproduzir a nobreza da tua alma.

Tua calma aparece na minha pressa de viver.

Tua pressa surge na placidez do meu querer...

então eu não me contenho

e desejo ser o espelho do teu além

e, sorrateiramente,no seu sono acalanto

ser como um intruso sonho

que, na convergência de imagens,

tu deves demorar a compreender.

Face e Reverso

Esta foto interpreta

todo o Universo da tua beleza,

todo o Universo que fica perplexo

ao vê-la - feminina estrela -

mais brilhante da constelação.

Deixa eu ser o teu sonho pelo menos uma vez

para que eu possa fugir do pesadelo

que a solidão me faz verter.

Tua juventude é a amplitude da minha pequenez,

pois, quando eu te vejo,

reuno todas as minhas forças para te parecer

algo tão nítido, marcante

que não a faça me esquecer.

Tenho a música dentro de todos os meus sentidos

e os versos no meu coração.

Se tu queres ouvir

leia, então,dentro das retinas dos meus olhos

brilhantes de paixão.

Pele a pele

não repele um puro carinho.

Pedra a pedra

retira todos os espinhos.

Pétala a pétala

forma a flor de ti em que me inspiro

no espelho da minha essencial reflexão.

Nenhum comentário:

Salve