Luzes da Cidade

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

Mosaico

Nossos pedaços
virgens
puros
dispersos
nos caminhos
de pedras
pálidas
cálidas
cascalhos
em nossas vidas
desertas praias
imersos
num mar
de pecados
onde um desejo
se afogou


Nossos restos
ternos
de amor
que ondas
o levaram
em que terra
aportaram?


Pedras rolando
cada qual uma estrada
Pedras clandestinas
frágeis muralhas
que um dia
o tempo juntou

Nenhum comentário:

Salve