Luzes da Cidade

segunda-feira, 24 de dezembro de 2007

Quebrando o pé do verso

Este ano trabalhei como supervisor para o IBGE no censo 2007, mais precisamente numa cidadezinha de pouco mais de 10 mil habitantes e com muitos prédios históricos preservados: Bocaina, cidade onde a minha falecida mãe nasceu. È um lugar tranquilo até demais para quem é tão inquieto, por dentro, como eu. O melhor, porém, foi conhecer o distrito de Pedro Alexandrino, um vilarejo encravado na zona rural de Bocaina, com pouco mais de 300 habitantes. Eu me senti protagonista da antiga série televisiva "O Túnel do Tempo". Parece um lugar onde literalmente o tempo parou, com sua antiga estação ferroviária e suas casas antigas, algumas estranhas. Preendo voltar, mas, dessa vez, compartilhar.

No centenário do grande arquiteto Oscar Niemayer, senhor das curvas, da arquitetura sensual, relembro a construção perfeita da letra da música "Construção" de Chico Buarque: ela é mais do que uma sequencia feliz de versos, ela é um roteiro perfeito para filmar e revelar a angústia humana.

Nenhum comentário:

Salve