Luzes da Cidade

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

ROTA 66

O que você sabe de mim
apenas rumores
nada mais
Rumores dos amores e dissabores
que eu vivi
Eu que tive muitas rotas para escolher
e ainda outras as tenho
mas já não me empenho como antes
em encontrar novos amigos
novas experiências
novos passantes
Hoje ao passar dos anos
implacável decadência
quando os planos se desbotam
e corroídos denotam ultrapassagens
rugas fugas saliências
me embrenho no território fantástico
dos sonhos
Às vezes, muitas vezes tolas vozes
é melhor fechar os olhos
tapar os ouvidos
e acordar quem sabe
num dia qualquer de 66
e percorrer caminhos
dentro de uma Corvette vermelha
e tentar descobrir pelo retrovisor
se ainda o mundo espelha
um futuro promissor
O que você sabe de mim
se os meus caminhos
não têm início meio ou fim
se os meus caminhos
são trilhas inconscientes
que o presente traça
então faça uma reflexão
o que você sabe de mim
se não que eu ainda te amo tanto.

Nenhum comentário:

Salve