Luzes da Cidade

sábado, 14 de fevereiro de 2009

Apenas um Fake


Baby
sou apenas um fake
um fraco
um fiasco
que tenta em vão
arrastar o peso do seu encanto.
Sou apenas um fake
e no entanto me sinto folk Dylan,
quando em mim delira,
quando em minha cabeça
gira a luz do sol
do seu olhar.
Oh! honey baby
sou apenas um fake
ao avêsso
que esconde a face real
as rugas do medo
de encarar o seu rosto
que desde cedo
ao me levantar,
aparece no espelho
da minha lembrança
e fica mais nítido
a cada hora do dia
que vai passar.
Eu não esboço nenhuma reação
e deixo me dominar!
Eu sou apenas um fake!

Nenhum comentário:

Salve