Luzes da Cidade

domingo, 22 de fevereiro de 2009

Crepitar do Amor

Eu sou todo teu, baby
e um pouco mais!
Sou tudo que sei e ainda não sei
do que eu sou!
Sou o melhor do que fui:
soul, folk, country e rock in roll
songs of dreams
e bem melhor
do que ainda posso ser!
Eu serei melhor sim, baby
porque eu agora te conheço
because now I love you
e te conhecer
é aprender uma nova palavra
a cada instante
é formar uma frase de amor
tão intensa que jamais experimentei:
é escrever um livro
sem segredos, sem medo de folhear!
Eu sou o que tu imaginastes,
durante o tempo
time after time
em que fiquei
fisicamente
ausente
imaginário!
Eu sou muito mais:
o abraço ardente
que coloca chamas em meus versos:
o beijo longo
que arrefece as labaredas
com a chuva interna que molha
o deserto de nossas bocas
línguas ávidas por tanta espera
que escondem tantas palavras
antes roucas, agora claras
pelas chamas e salivas
todo o crepitar do amor!

Nenhum comentário:

Salve