Luzes da Cidade

sábado, 17 de outubro de 2009

Carrapicho


Eu desejei cruzar o seu caminho
não como um pedra
tão pouco como espinho
talvez como um esguicho
para abastecer de agua-fonte
a fronte do seu jardim
Eu quis cruzar o seu caminho
com rastros de luzes
e alergias de sombras
emprestar o amarelo das margaridas
e afastar o verde incõmodo das urtigas
Eu me espicho todo
feito bicho tolo sem preguiça
que cobiça os mistérios da floresta
mas percebi que eu não posso ser pétala
e desprovidos das asas de colibri
eu assustado joão-de-barro voltei para o meu domicílio
e na argila em meu bico dissolvi o capricho
de voos mais altos e vi você lá embaixo
retirando indiferente o simples e intruso carrapicho
que eu fui para o seu jeans!


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve