Luzes da Cidade

domingo, 11 de outubro de 2009

MATISSE

    
Exposição - Matisse                                                        O Quarto Vermelho
De 05/09 à 1!11 - Pinacoteca de SP - Não percam essas luzes...essas cores...


Aos que estão cercados de cinza por todos os lados.
Aos que estão rodeados de computadores, esverdeando dentro de escritórios.
Aos que estão parados, ladeados por carros num trânsito dos infernos.
Aos que estão encaixotados dentro de elevadores.
Aos que estão isolados por paredes, curando-se de gripe suína.
Aos que estão esprimidos dentro de conduções.
Aos que estão cercados de carteiras, focados numa grande lousa.
Aos que estão desaparecendo dentro de uma fina garoa.
Aos que estão sendo consumidos por sofás,
Aos que estão completamente cercados pela pressa.
Aos que estão totalmente possuídos por multiplicar dinheiro .
Aos que estão rodeados por santos e rezas .
Aos que estão absorvidos pelo desejo de vingança .
Aos que estão cercados por recém- nascidos berrando em suas pequenas camas de acrílico .
Aos que estão no meio de uma confusão que não lhes diz respeito.
Aos que estão cercados por comprimidos .
Aos que estão rodeados por assombros .
Aos que estão dominados pela fúria .
Aos que estão rodeados de enormes vitrais com um rodinho e sabão;
Aos que estão comprando a ideia de uma sociedade de consumo .
Aos que estão observando os fumantes consumindo suas ampolas fora de estabelecimentos .
Aos que estão tensos numa pequena sala que antecede a entrevista de emprego .
Aos que estão cercados de tristezas e de entes queridos num cemitério .
Aos que estão rodeados de madames mal-educadas numa lavanderia ,
Aos que estão em seus casulos, porotegidos por enormes grades e cercas elétricas .
Aos que estão com a cabeça em parafuso .
Aos que estão prestes a fazer um pedido de casamento .
Aos que estão rodeados por advogados numa audiência de separação .
Aos que estão cobertos por jornais, dormindo em bancos .
Aos que estão no centro de uma roda de contas a pagar .
Aos que estão tendo seus pulmões consumidos por gases de alcool e gasolina nos postos das esquinas .
Aos que estão desistindo de convívio humano e se cercando de animais de estimação .
Aos que vivem rodeados do prazer de dizer que estão faltando alguns documentos.
Aos que estão cobertos de medo e pânico.
Aos que estão querendo trocar de sexo
Aos que estãotomados por tristes lembranças da infância,
Aos que estão sobrecarregados pelo esforço de puxar carroças pelas ruas.
Aos que estão rodeados de enormes labaredas, tentando contê-las com mangueiras.
Aos que estão cercados e sendo consumidos por um cotidiano tolo,
Aos que estão cercados de segredos.
Aos que estão cercados pelo sentimento de culpa,
Aos que estão no centro de uma importante questão.Aos que estão cobertos de graxa embaixo dos eixos de veículos.
Aos que estão cercados de tapinhas nas costas.
Aos que estão acabrunhados porque levaram um pé na bunda.
Aos que estão acobertados por um disfarce.
Aos que estão cercados de teorias.
Aos que estão envoltos em mentiras,
Aos que estão cercados de bisturis, sendo abertos em mesas cirúrgicas.
Aos que estão atarefados com afazeres domésticos.
Aos que estão cercados por gerúndios em telefones.
Aos que estão rodeados por máquinas barulhentas, perdendo a audição.
Aos que estão sedentos por sentir algo.
Aos que estão cercados por familiares, lutando contra um vício.
Aos que estão certos de não crer em nada.
Aos que estão construindo um corpo escultural e esquecendo da mente.
Aos que estão cheios de não me toques,
Aos que estão perdendo a razão.
Aos que estão cercados por um império, perdendo a noção de valores.
Aos que estão aqui somente pra criticar.
Aos que estão consumidos pelo desejo de voar.
Aos que estão sucumbindo à corrupção.
Aos que estão corroídos pela depressão.

Anuncio publicado na Folha de São Paulo
autor: não sei
.

Nenhum comentário:

Salve