Luzes da Cidade

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Girando ao Sol

" Girando ao Sol "
de Fernanda Rodante
Eu sinto o frio...

e procuro o Sol...

Estou azul sómbrio

com desejos amarelos ardentes...

sonhos dourados

em meus verdes já musgos anos

- limbos nos muros

que cercaram o meu tempo -



Eu quero que o Sol

aqueça a minha própria sombra negra.

Estou pálido bege

e quero o vermelho escarlate

no rubor da minha face.



Eu sinto o frio...

o cinza do passado

como espêssa neblina,

embaçando os meus caminhos opacos.



Eu quero que o laranja

na franja deste dia

prevaleça e faça girar

o Sol de ponta cabeça,

antes que dê um branco no dia

e o faça esquecer de ser dia...

e vire noite outra vez...

e apenas as lâmpadas dispostas

no alto dos postes da cidade

se convertam em pequenos fachos

de lembranças do Sol.



Girando ao Sol

eu ilumino os meus pensamentos:

transformo a rua em um picadeiro

e, sob a lona azul do céu,

assumo toda a magia do circo.



Sob o Sol com os seus múltiplos ponteiros,

faço o girar e confundir o tempo

no malabaismo das horas...

2 comentários:

Alana Pitanga. disse...

Primeiro as cores...sempre as cores.
eu gostei, gostei muito.

Fernanda Rodante disse...

Magnífico!

Sem palavras para agradecer...

Você é genial!

Beijos!

Salve