Luzes da Cidade

sábado, 2 de janeiro de 2010

Enxame

Me chame!
nem precisa gritar
basta apenas murmurar
me chame!
que eu sou só ouvidos
sou compreensão
Me chame!
que eu vou mais rápido que um enxame
depois de um desastrado ataque na colmeia
Me chame
derrame todo o seu charme
não mude de ideia!
Eu espero sempre alerta
a sua voz que desperta o meu coração
Me chame agora então!
eu vou para onde você me levar
Veneza ou qualquer outro lugar
que encontre ou lembre o mar
Me chame e inflame
ainda mais essa paixão
qual um lampião
que no meio da noite
se espatifou no chão
e queimou toda a mobília
chamuscou as paredes frias
destelhou o teto
mas não conseguiu
superar nem de perto
as labaredas do meu desejo!


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve