Luzes da Cidade

domingo, 10 de janeiro de 2010

FRAGSEMENTES

Transpiração do poema " Maçãs Vermelhas" de Desirée Gomes

http://figurasemlinguagem.blogspot.com/2010/01/macas-vermelhas.html



FRAGMENTOS
FRAGSEMENTES
SEMÂNTICAS
FLAGRES FÁCEIS
CONTORCEM-SE FRASES
FEITAS OU DE EFEITOS
FULMINANTES
OU RETARDADOS
COM FOLGAS E FÔLEGOS
PARA ACENTOS
- INSERÇÕES DE NOVAS PALAVRAS -
E CLANDESTINAS LETRAS
EXPULSAS DE OUTROS LIVROS
DE OUTRAS PÁGINAS
AVÊSSAS E AVULSAS
FRAGMENTOS
IMPREGNADOS NA FLANELA LARANJA
QUE ARRANJA O BRILHO  NO VIDRO
DAS JANELAS
DOS NOSSOS EMBAÇADOS SENTIDOS
FRAGSEMENTES
FLORESCEM NA MENTE
DESFOLHAM PENSAMENTOS
SEGREDAM PÉTALAS
EM MASSAS CINZENTAS
IDEIAS PÉROLAS
RUBORIZADAS
POR MAÇÃS VERMELHAS
DE FINAS CASCAS
E DENSOS DESEJOS
RECHEIOS DE ANSEIOS
SEM FREIOS
SEM SEMENTES
SENTIMENTALÓIDES
MAÇÃS VERMELHAS
MORDIDAS EM DOCE VOLÚPIA
PELOS CANTOS DA BOCA
OU PELO MEIO
PRIMEIRO PELOS OLHOS CHEIOS
DE ÁGUA
AGUAÇEIRO DE ALGUM AVENTUREIRO
DILÚVIO DE NUVENS CONCENTRADAS
FRATURAS NO CÉU
COM MÁGOAS DE ESTRELAS MORTAS
FATALMENTE APAGADAS
FRAGSEMENTES
NA CARTOGRAFIA ÍNTIMA DA CALIGRAFIA
QUE DESAFIA A CAPACIDADE INTERPRETATIVA
DA TENTATIVA QUE CATIVA QUEM CULTIVA
SABER O QUE VAMOS FAZER AINDA
COM NOSSAS VIDAS ÍNFIMAS
QUE AVALIAMOS TÃO ETERNAS


carlos gutierrez

Nenhum comentário:

Salve