Luzes da Cidade

sábado, 28 de março de 2015

Sem Assuntos





Sem assuntos sem assuntos

morremos abraçados juntos
Já lemos tantos livros
já vimos tantos filmes
e ouvimos tantas músicas
muitas trocas e pontos de vistas e de fugas
mas parece que agora estamos cansados
um do outro
ou de nós mesmos
e levamos nossos silencios aos extremos
ficamos sem assuntos sem assuntos
esgotou-se a fonte
das águas límpidas
e dos pingos ressentidos de murmúrios
acabaram-se as pedras para lançarmos
no lago dos nossos desejos
que não são tão fortes e hoje pouco claros
perdemos o faro de novos aromas
e a paciência de criarmos novos jardins
Sem assuntos sem assuntos
todas as estórias têm os seus fins
uns trágicos outros mágicos
alguns imprevisíveis
outros tão banais...
e a vida prossegue tão estranha...



No issues without issues
embraced die together
We have read so many books
we have seen so many movies
and heard so many songs
many exchanges and views and trails
but it seems that now we are tired
each other
or ourselves
and took our silences to extremes
we had no issues without issues
ran out the source
the clear waters
and resentful drops murmurs
just up the stones to launch
in the lake of our desires
that are not as strong and today unclear
lost the scent of new flavors
and the patience to create new gardens
No issues without issues
all the stories have their purposes
a tragic other magic
some unpredictable
others as mundane ...
and life goes on so strange ...

Carlos Gutierrez

foto Bruce Davidson

Nenhum comentário:

Salve