Luzes da Cidade

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Eu não ando, eu flutuo...

Eu não ando
eu flutuo
sobre as ruas
calçadas
telhados
muros
quando estou
sossegado
ou em apuros
eu levito
em versos
e evito
o atrito
Eu danço
quando trabalho
ou estou em descanso
no remanso
ou na rebeldia das horas
Eu não ando
eu flutuo
e procuro
sonhos
para habitar!

Nenhum comentário:

Salve