Luzes da Cidade

domingo, 14 de junho de 2009

Tolero

Eu me tolero
porque eu cada vez mais te quero!
porque eu sempre te espero
porque por mais absurdo que possa ser
eu sinto o teu gosto
além do veludo do teu rosto
Tu és a uva impossível de descascar
mas que faz encher e molhar a minha boca!
és a mão delicada generosa de carinhos
coberta pela luva que me protege
dos espinhos do destino!
Tu és uma viagem
e eu sou seu eterno
passageiro clandestino!
Eu me tolero
com todos os meus receios e desatinos
por ti me jogo sobre os vagões em desalinho e ofegantes
por ti me lança até sobre os trilhos
prá sentir todo o impacto da força do teu encanto
por ti eu me tolero
e levanto
é tão fácil...
basta olhar em teus olhos
e absorver todo o brilho que eles emanam...
eu me tolero...me tolero...
mesmo sendo um simples bolero
em teu complexo tango!

Nenhum comentário:

Salve