Luzes da Cidade

domingo, 27 de dezembro de 2009

Don't Wait

Don't Wait ( tradução livre)

Não espere
nem se desespere
ao abrir a janela do seu quarto
e ver do alto
a paisagem da metrópole
que fere os seus ohos
que adoram ver todas as pessoas e objetos
calmamente
sem a pressa demente da multidão
lá fora
o seu olhar é claro que sempre explora
todos os detalhes
entalhes arquitetônicos
e os recônditos das almas
leves e inocentes
e das penadas e condenadas
irremediavelmente
Não espere
mas não se desesprere
vista a sua jardineira
vá ao encontro das suas amigas borboletas
e perfumadas flores
antes que o beija-flor
não deixe uma sequer para a sua colheita

Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve