Luzes da Cidade

domingo, 27 de dezembro de 2009

Longe

Poemas Concretos
de
Arnaldo Antunes
Longe
Arnaldo Antunes / Betão Aguiar / Marcelo Jeneci

onde é que eu fui parar?
aonde é esse aqui?
não dá mais pra voltar
por que eu fiquei tão longe?
longe...

onde é esse lugar?
aonde está você?
não pega celular
e a terra está tão longe
longe...

não passa um carro sequer
todo comércio fechou
não tem satélite algum transmitindo notícias de onde eu estou

nenhum email chegou
nem o correio virá
e eu entre quatro paredes sem porta ou janela pro tempo passar

dizem que a vida é assim
cinco sentidos em mim
dentro de um corpo fechado no vácuo de um quarto no espaço sem fim

aonde está você?
por que é que você foi?
não quero te esquecer
mas já fiquei tão longe
longe...

não dá mais pra voltar
e eu nem me despedi
onde é que eu vim parar?
por que eu fiquei tão longe?
longe...


© Rosa Celeste Editora (Universal) / Zapipa Edições / Setembro Ed. (DC.Consultoria

Nenhum comentário:

Salve