Luzes da Cidade

domingo, 25 de janeiro de 2009

Procura

Eu ando procurando versos...
procurando rimas...
procurando dias de Vinicius sem fim..
e noites de amores eternos...
as vezes resvalo em sonhos
e outros por sorte
encontro-os colados em minha pele...
então basta transferí-los
com todo o esmero de um calígrafo
e afinco do esmerilho de palavras brutas
para o peito aberto e amigo
de um carente caderno...
eu ando...ando..desando..
mas sempre amando...
procurando o brilho da vida
dentro dos olhos de alguém
onde flutuam estrelas!

Um comentário:

Marcia disse...

Esse é o Guto que eu conheço...Eternamente a procura... Do que??? Ele ainda não descobriu....Quando encontrar, acabará a procura??? Será???

Salve