Luzes da Cidade

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Contemplo o Tempo





Fátima Queiroz


Contemplo o tempo!
tenho todo o tempo
para isto e nisto
insisto sinistro
em deixar passar as horas
Olhar o amplo relógio
feito de luzes e sombras
o relógio que devora todas as cores
o relógio onde fogem amores impossíveis
o relógio que explora a paciência
que desperta com carícias ou gestos rudes
que fica obediente no criado mudo
ou se revolta estridente
e é arremessado sem piedade em uma parede
Contemplo o tempo
Esqueço a minha idade
indiferente à minha pressa
e aos meus lamentos...
O tempo...o tempo...
o vento suícida do momento!
tic tac tic tac tic tac tic tac
até o fatal ataque dos nervos
tic tac tic tac tic tac toc tac
ataque cardíaco
atac tic tac tic tac tic tac tic


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve