Luzes da Cidade

sábado, 29 de maio de 2010

LIVRO DE CABECEIRA

Renove o meu quarto
Assuste as cortinas
põe Magrittes nas paredes
Surrealize as tintas e os vernizes
das mobílias
Faça calar o bojudo despertador
Decepe os ponteiros do tempo
para eu melhor sentir todos os seus encantos
Inverta a ampulheta
subverta a finíssima areia
Ruborize o abajur lilás
injete sangue em sua lâmpada
Dê voz ao criado mudo
Liberdades às gavetas
ávidas de mostrar os seus segredos
grávidas de pó e medos
Derrube os livros das estantes
Jogue o seu blog
perto do meu travesseiro
faça que ele
seja o meu livro de cabeceira
e renove todos os meus sonhos
e deles todos seja sempre princeza
mesmo nas mais megeras noites
permeadas de pesadelos


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve