Luzes da Cidade

sábado, 22 de maio de 2010

Paixão

A paixão é sempre cega
certo!
melhor assim
coberta de trevas
assim ela não enxerga
as nossas diferenças
e não percebe os obstáculos
e segue cega intrépida
sem medo de nada
sem usar bengala
ou cão guia
assim ela não desvia
e resvala em todos os perigos
e tateia amigos e inimigos
geme grita agoniza
ou se cala e no silencio recogiza
com a paz depois de tanto furor
com a luz quando descobre
que pode também absorver o amor
A paixão é sempre cega
titubeante
corrente errante
que deixa fluir
os pedais hesitantes
de uma bicicleta delirante
onde duas rodas
jamais se encostam
uma sobre a outra
e apostam
em cascalhos e pedras raras
A paixão é cega
e porisso sempre fascinante


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve