Luzes da Cidade

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Atmosfera

Toda essa espera
A jaula e a fera
cobertas pela densa fumaça
a garoa fina e fria
que devassa
cabelos e pensamentos
A luz uniforme
do projetor de películas
do antigo cinema
o farfalhar dos papéis brilhantes
que cobrem os drops
que substituem as palavras
e descem errantes
em nossas bocas
e gargantas
o beijo em cápsulas
os desejos comprimidos
dentro de guloseimas
nossas mãos unidas
suores excessivos
tão graficante estar com você
na matiné
ou no soiré
ficamos no escuro no breu
no silencio
e no entanto confessamos tanto
um ao outro
você é o meu espelho
eu sou o seu reflexo
e vice versa
a conversa dentro do silencio
A atmosfera do amor
que prospera
em toda esfera dos nossos sonhos!

Um comentário:

Desirré disse...

Calos, muito bom te ler. Parabéns pelo espaço sempre bem atualizado e cheio de belos versos!

Salve