Luzes da Cidade

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Sutil Mistério

Mistério sutil
que se vê
em lindas imagens
películas que trasnsplantam
a sua pele
com toda a arte
que ela merece
Mistério sutil
que me enobrece
que eu sinto
cada vez que você aparece
em minhas lembranças
em minhas andanças pela metrópole
em meu caderno de poemas
como os mais burilados versos
Mistério sutil
refil de sonhos
para as minhas noites de abandono
Sutil
sutil mistério
que não ouso desvendar
nele habita
toda a razão de eu
eternamente lhe amar
Sutil mistério
jamais senti a emoção de um amor assim
um amor que não tem fim
apenas começo
arremessos de versos
em você meu universo

Nenhum comentário:

Salve