Luzes da Cidade

sábado, 15 de agosto de 2009

Suspeito

Será que estou ainda dormindo
ou já despertei?
Os meus olhos estão entorpecidos!
Procuro o primeiro café
a asa da xícara imita
o ângulo de 45 graus
do seu braço sobre a sua cintura
de bailarina que flutua
dentro do espêsso café expresso
Procuro o primeiro cigarro
a lufada azul lançada no dia claro!
jamais imaginei ouvir dos seus lábios raros
que você me ama
me chama num beco de um sonho
na ponta de uma estrela!
Sou tão suspeito em lhe descrever
não tem jeito
vou morrer de amor por você
dentro de um sonho verdadeiro
ou fora de um dia falso
ouço ranger no tablado
no assoalho os seus passos

Nenhum comentário:

Salve