Luzes da Cidade

terça-feira, 16 de março de 2010

Eu Não Tenho O Que Fazer

Eu não tenho o que fazer
o meu lazer é escrever
e tentar lhe convencer
do amor que sinto
e que você só pode ler
e de certa forma sentir talvez

Durmo tarde
acordo cedo
só perco ahora
quando eu sonho com você!
Levanto cedo
me espanto tarde
com o seu encanto
com a sua chama e o seu charme
que arde e ilumina
a rua sómbria dos meus passos...

Eu leio clássicos e gibis
faço palavras cruzadas
eu namoro as palavras
e falo sozinho
convivo bem com a minha loucura
e faço amor em silencio
no quarto tímido da minha imaginação


Durmo tarde
acordo cedo
eu trabalho
eu bocejo
praguejo a mediocridade
e perfumo ainda as minhas vaidades


Eu acordo cedo
durmo tarde
a madrugada me dá coragem
de ser o que sou...


Eu não tenho o que fazer
aliás eu tenho muito sim
eu não tenho tempo a perder
porisso quando eu dormir
e for vencido pelo sono
quero que você seja o meu sonho

para me transportar ao mundo onírico
ao mundo lírico que só a noite traz

Durmo tarde
acordo cedo
tenho medo de lhe perder
giro o trinco da porta
várias vezes
prá não lhe deixar escapulir....


Ando confuso
prá que lado eu girei o parafuso?
misturo passado presente e futuro
Eu acordo escuro
e durmo claro
e persigo a sua lembrança!


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve