Luzes da Cidade

quarta-feira, 3 de março de 2010

Mediocridade da Realidade

Como suportar
a mediocridade da realidade
fugir se não há lugar
mudar se não há abrigo
se nada conspira a favor
se eu não desperto o seu interesse
o seu amor
procuro um livro
mas os meus olhos estão cansados
e viciados em sonhos
querem apenas ver fogos de artifícios
num céu impossível
procuro então alguma amenidade
para fugir da mediocridade
da ingrata realidade
ligo a tv
é tudo tão chato
els estão lá novamente
para sujar a sua mente
e lhe frustrar cada vez mais
o pica-pau violento
a loura que vende futilifades
o pastor engravatado
que pensa ser o dono da verdade
o Gordo tão chato
que nem cabe na tela
as duplas sertanejas que se proliferam
e vomitam as declarações mais estúpidas
as novelas e os seus cliches
A vida mesmo é muito chata...
o calor insuportável
o maldito horário de verão
a grana que acaba no meio do mes
a solidão que fecha o portão na nossa cara
o espelho que nos desmascara
a preguiça...o desconforto...
a frustração...o único porto...
a vida é mesmo chata...
tantos cuidados e conselhos
para ter o que nem sabemos
ou mesmo não ter nada
além de uma vida chata...


Carlos Gutierrez

Nenhum comentário:

Salve