Luzes da Cidade

domingo, 27 de junho de 2010

A Flor da Pele

Sabe aquilo que a gente não consegue evitar
que aflora à pele
e faz estremecer o coração
que repele todas as limitações
que faz um cara apaixonado
imitar um pássaro acostumado
aos mais altos voos
é mais ou menos assim
algo que não tem futuro
mas que a gente reluta em dar um fim
algo que cada vez mais se solidifica
e cria raízes
sem se importar com possíveis talhos e cicatrizes
porque faz aflorar a minha sensibilidade
quando sente o perfume da sua saudade
em pétalas encantadas que grudam
em minhas páginas
como se fôsse um chicletes
que esticasse os meus tênis
e me levasse ao seu encontro!
é assim...assim...e eu gosto enfim


Carlos Gutierrez

Um comentário:

Raíssa M disse...

Vc é mt talentoso, estou adorando seus poemas

bjss

Salve